Rua: Padre Tiago Avico, 1815
Candelária - Natal/RN
terça-feira, 23 de junho de 2020.
SERVIDORES NÃO SE SENTEM SEGUROS A VOLTAR AO TRABALHO PRESENCIAL

Depois da publicação da Resolução nº 322 do CNJ no dia 1º de junho estabelecendo, no âmbito do Poder Judiciário Federal, medidas para a retomada do trabalhao presencial, o SINTRAJURN solicitou a seus sindicalizados que opinassem acerca do tema. 51% dos que responderam a pesquisa disseram que só devem voltar ao trabalho quando não houver mais risco de contágio ou a existência da vacinação em massa da população.

A pesquisa ouviu 107 sindicalizados. 15% acreditam que o retorno deve ocorrer em, no máximo três meses, com o uso de todos os equipamentos de segurança; outros 12% acreditam que devemos aguardar a existência de leitos de tratamento intensivo disponíveis na rede pública e particular de saúde; 12% acreditam que devemos esperar passar o pico da curva de contaminação que os especialistas preveem para esse mês no RN; e apenas 3% acreditam ser possível o retorno imediato às atividades, desde que tomadas todas as medidas de segurança.

A pesquisa foi aberta e ainda recebeu outras sugestões.

No dia 25 de junho, o coordenador-geral do Sindicato, Idalmo Machado da Costa, participará da 2ª Reunião do Comitê Permanente de Avaliação de Medidas Preventivas para monitorar e integrar ações de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19) no TRT da 21ª Região, momento em que defenderá a opinião majoritária dos servidores.

Clique aqui e veja o resultado completo.