Rua: Padre Tiago Avico, 1815
Candelária - Natal/RN
quinta-feira, 9 de julho de 2020.
SERVIDORES DEVEM RESPONDER PESQUISA DO CNJ SOBRE SAÚDE MENTAL

O SINTRAJURN orienta seus sindicalizados a responder a pesquisa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre a saúde mental dos servidores e servidoras da Justiça brasileira diante da pandemia de Covid-19.

A pesquisa "Saúde Mental de magistrados e servidores no contexto da pandemia da COVID-19", formulada pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ), busca entender os efeitos da quarentena e estará disponível até o dia 15 de julho.

O Sindicato espera que os resultados da pesquisa sejam levados em consideração para a retomada dos trabalhos presenciais bem como em programas de qualidade de vida e saúde dos trabalhadores posteriormente.

De acordo com o CNJ, o questionário da pesquisa é formado por 34 perguntas que não demandam mais de 10 minutos para serem respondidas. As perguntas estão relacionadas às condições que o servidor tem para desenvolver as atividades remotas; como avaliam o volume de trabalho recebido durante o período da quarentena; os sentimentos que têm vivenciado nesse período; seus hábitos; medos; o acúmulo de tarefas; e a responsabilidade por cuidados de crianças ou idosos.

Cabe destacar que a desigualdade de gênero sempre colocou as mulheres na linha de frente no desempenho das funções domésticas e a pandemia acentuou essa situação. O teletrabalho evidenciou o acúmulo de funções e esse novo contexto tem causado estresse, ansiedade, cansaço e inúmeros casos de transtornos mentais nas trabalhadoras.

Preencher o formulário ( link externo ). (senha: 2uDnFunY)